Ceos club
BNDS

BNDES pode investir R$ 1,1 trilhão no Brasil até 2021

Os investimentos no país devem somar R$ 1,1 trilhão no quadriênio 2019-2022, segundo um estudo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o montante representa um aumento nominal de 6,8% ante a estimativa anterior válida para o período entre 2018 e 2021.

13/09/2019 15h56
Por: Cristian Ribeiro
Fonte: Forbes Brasil
Em termos reais, investimento no período deve subir 2,7%, segundo o banco
Em termos reais, investimento no período deve subir 2,7%, segundo o banco

Os números do BNDES consideram investimentos apoiados e não apoiados pelo banco de fomento e envolvem 19 setores, sendo 11 da indústria e oito da infraestrutura. Em termos reais, o investimento no período deve subir 2,7%, segundo o banco.

O investimento é puxado principalmente pelo segmento de petróleo e gás, impulsionado pela recuperação do preço do petróleo e pelos leilões de concessão ou de partilha de blocos exploratórios ocorridos em 2017 e no início de 2018.

Já na infraestrutura, a previsão é de investimento médio anual próximo ao estimado no levantamento anterior (2018-2021). “Os segmentos de logística e saneamento devem mostrar melhor desempenho dos investimentos nas áreas mais carentes de desenvolvimento, sobretudo a partir de 2020”, segundo o BNDES.

A análise feita pela área econômica do banco aponta para uma redução no quadro de alto endividamento e restrição de caixa das empresas no segmento de mineração. Outro destaque foi a siderurgia, com a melhora das margens de lucro do setor.

Para o BNDES, privatizações, concessões e mudanças regulatórias também influenciam positivamente o quadro previsto para os investimentos, enquanto a situação fiscal dos Estados continua sendo fator de inibição.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários